libras.com.br

Michelle Bolsonaro


Uma aliada de grande importância para os surdos: Michelle Bolsonaro

Tenho certeza que o discurso realizado em Libras por Michelle Bolsonaro, durante a posse de presidência, chamou sua atenção. Não há dúvidas de que seu protagonismo foi bastante importante para a comunidade surda, e são grandes as apostas de que ela fará um belo trabalho de ações sociais. Longe de holofotes e totalmente adepta a causas sociais, a postura de discrição e simplicidade são características fortes de Michelle Bolsonaro. Sua busca pela promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência pode mudar a realidade de muita gente do nosso país.


Michelle Bolsonaro, primeira-dama
Michelle Bolsonaro. Fonte: Wikimedia Commons.

Quem é Michelle Bolsonaro

Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro, nascida em 22 de março de 1982, é a atual primeira-dama do Brasil, e nasceu em Ceilândia, no Distrito Federal. Além disso, é filha de um cearense aposentado, que trabalhou como motorista de ônibus, e de uma mãe natural de Minas Gerais.

Ela ficou bastante conhecida por sua vontade de realizar projetos sociais relacionados à comunidade surda, principalmente após o discurso feito pela mesma, durante o anúncio de que Jair Bolsonaro teria sido eleito presidente do país. Nesse discurso, ela relatou que pretende realizar trabalhos sociais, e sobre sua forte relação com os surdos.

Michelle é uma mulher religiosa, frequentadora da Igreja Batista. E lá, ela realiza alguns trabalhos voluntários, como intérprete, traduzindo o culto para os surdos em Libras (Língua Brasileira de Sinais).

Outra coisa que chamou bastante atenção, foi sua personalidade discreta, pois Michelle teve poucas aparições durante a candidatura à presidência de seu marido, Jair Bolsonaro, que procurava preservá-la das questões políticas.

A tradição dos trabalhos sociais das primeiras-damas

Falamos um pouco do papel social que Michelle Bolsonaro deseja exercer, e de toda sua importância. Mas, ela não é a primeira a possuir essa tarefa, afinal, ações sociais são atividades que as primeiras-damas tradicionalmente desempenham.

Essa ideia da primeira-dama realizar trabalhos sociais, se deu em 1914, quando elas começaram a fazer trabalhos de caridade. E, no Brasil, isso tornou-se ainda mais forte no governo de Vargas, em que sua esposa, Darcy Vargas, criou em 1942 a Legião Brasileira de Assistência, para proporcionar assistência às famílias dos militares que estavam participando de guerras. Esse projeto, posteriormente, se tornou marca de trabalhos sociais no país.

Para entender melhor, vamos ver uma panorama das três últimas primeiras-damas do Brasil, e o que elas realizaram no âmbito assistencialista:

  • Marcela Temer: Programa Nacional de Voluntariado, Projeto "Criança Feliz", entre outros;
  • Marisa Letícia: teve um papel importante na vida política do marido, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas não foi primeira-dama atuante em projetos sociais;
  • Ruth Cardoso: precursora dos programas de transferência de renda, criadora do projeto "Comunidade Solidária", presidiu a "Comunitas", entre outros.

A promessa da primeira-dama: apoiar projetos sociais voltados aos surdos

Quebrando protocolos por conta do discurso realizado em Libras, na posse presidencial de Jair Bolsonaro, a primeira-dama, Michelle, proporcionou bastante esperança à comunidade surda.


Essa inclusão realizada por ela, influi positivamente na busca pelos direitos dos deficientes auditivos, pois demonstra a importância da comunicação em Libras, proporcionando visibilidade, e consequente acessibilidade.

Além disso, ela possui um forte engajamento nas causas das pessoas portadoras de deficiência. Inclusive, já nas primeiras semanas de governo, Michelle decidiu colocar em diversos cargos importantes, surdos e ativistas dessa causa.

O forte engajamento dela em ações sociais originou-se, principalmente, da vontade de se comunicar com um tio portador de deficiência auditiva, pois, a partir disso, Michelle procurou aprender a comunicação em Libras, que foi ensinada pelo seu tio. Além dele, ela relata ter conhecido um casal de surdos que a fez descobrir seu amor pela Libras.

E, a sua postura de defensora das causas da comunidade surda, se mostrou bem antes da cerimônia da posse, em um vídeo publicado, no Dia Nacional do Surdo, na plataforma YouTube, em que ela se comunicou em libras, homenageando os surdos.

Michelle Bolsonaro sinalizando em Libras
Michelle sinalizando. Fonte: Wikimedia Commons.


Veja que o trabalho social que a primeira-dama vem construindo, abre portas e conscientiza milhares de pessoas sobre a importância da valorização e do respeito às pessoas portadoras de deficiência, e consequentemente das suas lutas.


Michelle Bolsonaro colabora com novas  políticas para surdos
Michelle Bolsonaro participa de um seminário nacional para discutir novas políticas para estudantes surdos. Fonte: Ministério da Educação.

Vídeos Compartilhados


Michelle Bolsonaro quebra protocolo e discursa em Libras. Fonte: SBT Jornalismo


Michelle, esposa de Bolsonaro, parabeniza os surdos por seu dia. Fonte: Jair Bolsonaro

Referências:

TRIBUNA DO CEARÁ. Michelle Bolsonaro, a futura primeira-dama, é filha de um cearense de Crateús. Disponível em: <https://tribunadoceara.com.br/noticias/eleicoes-2018/michelle-bolsonaro-a-futura-primeira-dama-e-filha-de-um-cearense-de-crateus/>. Acesso em: 28 Dez. 2019

ACERVODIGITAL.UFPR. Legião Brasileira de Assistência (LBA): o protagonismo feminino nas políticas de assistência em tempos de guerra (1942-1946). Disponível em: <https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/48900>. Acesso em: 28 Dez. 2019

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Programa integrará ações para atender faixa etária até 3 anos. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/component/tags/tag/39971-programa-crianca-feliz>. Acesso em: 28 Dez. 2019

R7. Marisa Letícia teve forte participação na vida política de Lula, mas não foi primeira-dama atuante. Disponível em: <https://noticias.r7.com/brasil/marisa-leticia-teve-forte-participacao-na-vida-politica-de-lula-mas-nao-foi-primeira-dama-atuante-02022017>. Acesso em: 28 Dez. 2019

PORTAL DA EDUCATIVA. Ruth Cardoso: Precursora dos programas de transferência de renda. Disponível em: <http://www.portaldaeducativa.ms.gov.br/ruth-cardoso-a-precursora-dos-programas-sociais-e-transferencia-de-renda/>. Acesso em: 28 Dez. 2019

FUNDAÇÃO FHC. Ruth Cardoso. Disponível em: <https://fundacaofhc.org.br/ruth-e-fhc/ruth-cardoso>. Acesso em: 28 Dez. 2019

GAZETA DO POVO. Discreta e defensora dos direitos dos surdos: quem é Michelle Bolsonaro. Disponível em: <encurtador.com.br/bqAZ3>. Acesso em: 28 Dez. 2019

GUILHERME MAZUI. Temer e Marcela lançam programa para incentivar trabalho voluntário. Disponível em: <https://g1.globo.com/politica/noticia/temer-e-marcela-lancam-programa-nacional-para-incentivar-trabalho-voluntario.ghtml>. Acesso em: 28 Dez. 2019.

JÚLIA BARBON. Futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro traduz música para libras em culto evangélico. Disponível em: <encurtador.com.br/oIOU2>. Acesso em: 28 Dez. 2019.

Informações do Artigo:

Publicado: 17/05/17 | Atualizado: 19/03/20 | Acessos: 3893

ALMIRC_RD

Autor:
ALMIR CRISTIANO

© Todos os direitos reservados. Para a reprodução de trechos de texto e/ou imagens é necessário citar o nome do autor, a página https://www.libras.com.br/michelle-bolsonaro e a data de acesso.

Fale Conosco