libras.com.br

Laura Bridgman


Laura Bridgman – professora

Laura Dewey Bridgman nasceu no dia 21 de dezembro de 1829 em Hanover, New Hampshire, EUA, filha de trabalhadores da Nova Inglaterra. É conhecida como a primeira criança americana surda-cega a obter uma educação significativa no idioma inglês, cinquenta anos antes de Helen Keller. Laura era muito conhecida por sua capacidade de conversar com professores, familiares, colegas e o público curioso em geral.


Laura Bridgman
Laura Bridgman. Fonte: Wikipedia.


A surdez

Aos dois anos de idade, Laura e suas outras duas irmãs foram atacadas por uma doença que quase as matou. Suas outras irmãs não resistiram. Com isso ela teve sérias consequencias que a acompanharam pelo resto de sua vida. Foi vítima da febre escarlatina que durou sete semanas e a fizeram perder os sentidos da audição, visão, olfato e paladar. Só lhe restara o tato. Laura passou cinco meses em uma sala escura, comum para a época. Levou dois anos para que voltasse a tomar seu lugar natural na família.

Aos quatro anos ela teve que se valer de seus pés como meio de locomoção e de suas mãos para adquirir conhecimentos. Aos poucos, Laura começou a apalpar curiosamente em torno de seu quarto. Em seguida partiu para a exploração de sua casa, e, progressivamente, tocando em tudo que fosse móvel e imóvel e que estivesse ao seu alcance. Apesar de seus déficits sensoriais, ela adquiriu uma forma de gesticular rudimentar que costumava utilizar para se comunicar com a família.

Ao longo de sua vida, ela foi aprendendo, com auxilio de sua mãe, a executar os serviços domésticos, até crochê e tricô, e, apesar de suas dificuldades, trouxe grandes alegrias aos seus pais.


Laura Bridgman ensinando Oliver Caswell
Laura Bridgman ensina Oliver Caswell a ler, por volta de 1884. Fonte: Perkins School for the Blind.

Laura dewey Bridgman
Laura Bridgman, por volta de 1885. Fonte: Perkins School for the Blind.


Educação formal

Em 1837, Laura ingressou na Instituição da Nova Inglaterra para a Educação de Cegos (mais tarde conhecida como Escola Perkins de Cegos) em Boston, Massachusetts, onde viveu pelo resto de sua vida. Uma doação em seu nome cobria seu quarto e a pensão.

Sob a direção do educador americano Samuel G. Howe, superintendente da escola e vários outros professores de lá, incluindo Lydia Drew, Mary Swift e Sarah Wight, Laura aprendeu a se comunicar usando os dedos para reconhecer letras em relevo do alfabeto inglês e também através de pontos na palma da mão. Além disso, aprendeu a escrever usando um dispositivo especial. Quando sua educação formal terminou em 1850, ela havia aprendido história, literatura, matemática e filosofia.

Na Escola Perkins, Laura veio a ser a professora de Anne Sullivan, uma futura educadora americana, mais conhecida por ter sido a professora de Helen Keller.

Laura passava a maior parte de seus dias fazendo bordados, escrevendo cartas e lendo a Bíblia e folhetos religiosos. Ela gostava de se comunicar com funcionários, visitantes e familiares. Costumava visitar sua família em New Hampshire, geralmente durante os meses de verão. Sua baixa estatura e vários períodos se alimentando pouco causaram grande preocupação a seus cuidadores, levando alguns estudiosos contemporâneos a sugerir que Laura pode ter vivido com anorexia nervosa. Faleceu em 24 de maio de 1889 em Boston, Massachusetts, EUA, aos cinquenta e nove anos de idade.

Referências:

ENCYCLOPEDIA BRITANNICA, INC. Laura Dewey Bridgman. Disponível em: <https://www.britannica.com/biography/Laura-Dewey-Bridgman>. Acesso em: 04 Dez. 2019

PERKINS SCHOOL FOR THE BLIND. Laura Bridgman. Disponível em: <https://www.perkins.org/history/people/laura-bridgman>. Acesso em: 25 Dez. 2019

Informações do Artigo:

Publicado: 01/06/18 | Atualizado: 19/03/20 | Acessos: 1531

ALMIRC_RD

Autor:
ALMIR CRISTIANO

© Todos os direitos reservados. Para a reprodução de trechos de texto e/ou imagens é necessário citar o nome do autor, a página https://www.libras.com.br/surdos-famosos-laura-bridgman e a data de acesso.

Fale Conosco